Skip to content

Loser Manos

abril 22, 2007

chorando sem motivo aparente, que cena mais triste numa noite tão quente.

eu vou ficar são mesmo se for só. não solta da minha mão. não solta da minha mão.

eu sou minha própria mãe. somos nossos próprios pais, e aceitar o desafio de uma responsabilidade assim chega a sangrar de tanta dor. eu aceito, e só por isso consigo chorar. um passarinho é sua própria família, mas voa com outros até que um dia morre. mortos, de repente, estamos a sós com aqueles que amamos.

18.03.2003

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: