Skip to content

inside my eyes

maio 17, 2010

I.

the darkness comes in waves and moves in blots
I can only guess what’s lurking on my way down
(my head bloated with warmth and light)

II.

I shut my eyes tighter
I catch a breath
I sense the moving city out the window
at this point I very briefly think of you
but your name becomes music
and music becomes mantra

III.
when I plunge into the pit
and let myself sink slowly
I beg myself to save me
while denying all salvation
I convict myself to drown
swaying weightlessly
among the shadows within

17.05.2010

[Há tempos não me nascia um poema já em inglês. 
Quando acontece às vezes traduzo, mas esse gostei assim. 
Tem umas aliterações naso-sibilantes que me atraem.]
No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: