Baby, Baby, Baby, Baby, oh Baby

 

1. Cozinhando e ouvindo música, tendo recém me mudado para o AP novo
2. Quando de repente começa a tocar Superstar, dos Carpenters
3. * Cantando a plenos pulmões
4. * Vizinho de cima me arremedando

Anúncios

I LIKE IKE

iketurner

Morreu hoje Ike Turner, aos 76 anos. Eu, sinceramente, preferia que morresse aquela ex-mulher dele, que só funcionava na base da porrada.

Não precisamos de outro herói. Precisamos de outro Ike.

paris hilton peep show

42937249 paris ap416

A socialite junky Paris Hilton está fazendo uma greve de fome e sono que promete deixar Anthony Garotinho no chinelo. E como a vida na cadeia é muito difícil (e o dinheiro fala) eles resolveram que ela precisava relaxar e tomar uns psicotrópicos.

Só tem uma coisa que não se encaixa nessa história: a Paris Hilton que o mundo conhece e admira como modelo de comportamento está perdendo sua energia. Nos velhos tempos, ela se masturbaria de forma ritual, como um chimpanzé, diante dos olhos constrangidos dos carcereiros. Garanto que se colocassem um sósia de Backstreet Boy para guardar a jaulinha, iam ter que expulsar ela da cadeia. Aí então ela compraria a cadeia. E transformaria em uma boca de pó/produtora de filmes adultos.

Classe, glamour, elegância, e muito conforto no Hilton Penitentiary.

o lado ruim da coisa: fresnoball nightmare

pedroultramen poprock12-5

a puta-que-te-pariu, tchê. tá pensando que eu sou fresno? 😀

além de trezentas e dezoito outras bandas ruins (indignas de nota), tive que presenciar o show da banda fresno. essa sim é uma banda

realmente

abilsmalmente (existe essa palavra)?

ultrajantemente (…?)

ruim. péssima. horror. constrangimento. constrangimento. constrangimento. ímpetos de auto-imolação. morte. morte na fogueira. não, pior que a morte. militares, deputados, chulé de mendigo. pior que isso. inominavelmente sórdidos.

a foto é do pedro, da ultramen, que aliás tocou também e fez bonito como sempre. o pedro é um cara legal e um baixista espetacular. eu não poderia realmente sujar minha página com fotos dos frescos, digo, fresnos. já que o google é inevitável, ao menos me poupo do google imagens.

sem título*

comentários vulgares em locais públicos: não faça um. é melhor para o ar que respiramos e para a saúde bucal de todos.

además tenho andado distraidamente calma. deve ser algo na água que bebemos, ou no indescritível cheiro de testículos. vivendo de clichês. afinal a vida é um romance bruto, e nós vivemos os folhetins sem saber.

[[[pop quiz. se eu estou sentada do lado direito de deus, é por isso que ele não consegue me ver? e quem está sentado do lado esquerdo? minha cadeira é tão bonita quanto a dele? pessoas alusivas como eu nunca lidam bem com exageros.]]]

de tanta confusão, minha mente se esfarela. merda de mundo, merda de mundo. no meu mundo utópico, eu lutaria kung fu e voaria sobre os telhados das casas, e viver seria perfeitamente possível.

análogo, randômico, solícito: o diário de norma propp, parte LVIII*

+++ e os incríveis jornalistas do terra não se cansam de abrir parágrafos indiscrimidadamente nos meus textos. ah, FODA-SE. também não vou me estressar por isso.

+++ hoje eu tentei salvar alguém. uma vidinha pequena e frágil com duas fraturas expostas nas patinhas. as formigas iam devorá-lo, começando pelos olhos, e eu não podia como os outros consentir. desculpe, pardalzinho, se houve algo que eu não fiz. mas espero que você esteja, agora, mais feliz.

+++ felicidade é coisa que se deixa, senão ela se assusta e foge. eu olho a minha de lado, como se nem estivesse notando que ela está ali. ela fica magoada e volta no banheiro para passar mais batom, ver se eu me comovo com os lábios bonitos e encarnados. quando ela volta, senta do meu lado, fazendo beicinho. murmuro um elogio meio bobo, sem entusiasmo, malandragens de quem sabe o que é ter e perder alguém (sem querer soar cafona…cof, cof). e ela resolve ficar, conversando um pouco, quem sabe, com alguém que não parece mais tão assombrada com a sua presença. a felicidade (quem diria) de tempos em tempos pode ser uma ótima companhia.

+++ o show da S.O.L. no tequila pub foi das coisas mais maconheiras que eles já fizeram. bom pra caralho. nem ficamos pra ver o da walverdes. (…)